segunda-feira, 3 de agosto de 2020

SEGUNDA-FEIRA 03 DE AGOSTO

18ª Semana do tempo comum

1ª Leitura: Jeremias 28,1-17
Salmo: 119(118)

Evangelho do dia 
"Jesus caminha sobre as águas"

MATEUS 14, 22-36
22Logo em seguida, forçou os discípulos a embarcar e aguardá-lo na outra margem, até que ele despedisse as multidões. 23Tendo-as despedido, subiu ao monte, a fim de orar a sós. Ao chegar a tarde, estava ali, sozinho. 24O barco, porém, já estava a uma distância de muitos estádios da terra, agitado pelas ondas, pois o vento era contrário. 25Na quarta vigília da noite, ele dirigiu-se a eles, caminhando sobre o mar. 26Os discípulos, porém, vendo que caminhava sobre o mar, ficaram atemorizados e diziam: “É um fantasma!” E gritaram de medo. 27Mas Jesus lhes disse logo: “Tende confiança, sou eu, não tenhais medo”. 28Pedro, interpelando-o, disse: “Senhor, se és tu, manda que eu vá ao teu encontro sobre as águas”. 29E Jesus respondeu: “Vem”, Descendo do barco, Pedro caminhou sobre as águas e foi ao encontro de Jesus. 30Mas, sentido o vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!” 31Jesus estendeu a mão prontamente e o segurou, repreendendo-o: “Homem fraco na fé, por que duvidaste?” 32Assim que subiram ao barco, o vento amainou. 33Os que estavam no barco prostraram-se diante dele dizendo: “Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!”
34Terminada a travessia, alcançaram terra em Genesaré. 35Quando os habitantes daquele lugar o reconheceram, espalharam a notícia de sua chegada por toda a região. E lhe trouxeram todos os doentes, 36rogando-lhe tão somente tocar a orla da sua veste. E todos os que a tocaram foram salvos.

sábado, 1 de agosto de 2020

SÁBADO 01 DE AGOSTO

17ª Semana do Tempo Comum

Memória, Santo Afonso Maria de Libório. 

1ª Leitura: Jeremias 26, 11-16.24
Salmo: Sl 69(68)

EVANGELHO DO DIA
"É João Batista, ele ressuscitou dos mortos"

Mateus: 14, 1-12
1Naquele tempo, Herodes, o tetrarca, veio a conhecer a fama de Jesus 2e disse aos seus servidores; “Certamente se trata de João Batista: ele foi ressuscitado dos mortos e é por isso que os poderes operam através dele!”
3Herodes, com efeito, havia mandado prender João. E o mandara prender, acorrentar e lançar no cárcere, por causa de Herodíades, a mulher de seu irmão Filipe, 4pois João lhe dizia: “Não te é permitido tê-la por mulher”. 5Queria mata-lo, mas tinha medo da multidão, porque esta o considerava um profeta. 6Ora, por ocasião do aniversário de Herodes, a filha de Herodíades dançou ali e agradou a Herodes. 7Por essa razão prometeu, sob juramento, dar-lhe qualquer coisa que pedisse. 8Ela instruída por sua mãe, disse: “Dá-me, aqui num prato, a cabeça de João Batista”.  9O rei entristeceu. Entretanto, por causa do seu juramento e dos convivas presentes, ordenou que lha dessem. 10E mandou decapitar João no cárcere. 11A cabeça foi trazida num prato e entregue à moça, que a levou à sua mãe. 12Vieram então os discípulos de João, pegaram o seu corpo e o sepultaram. Em seguida, foram anunciar o ocorrido a Jesus.

Memória
Santo Afonso Maria de Ligório.



SANTO DO DIA 01 DE AGOSTO

SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO

Afonso de Ligório nasceu no dia 27 de setembro de 1696, no povoado de Marianela, em Nápoles, na Itália. Filho de pais cristãos, ricos e nobres que ao se depararem com sua inteligência privilegiada deram-lhe todas as condições e suporte para se tornar uma pessoa brilhante. 

Enquanto seu pai o preparava nos estudos acadêmicos e científicos, sua mãe se preocupava em educá-lo nos caminhos da fé e do Cristianismo. Ele cresceu um cristão fervoroso, músico, poeta, escritor e, com apenas dezesseis anos de idade, doutorou-se em direito civil e eclesiástico. Ele sempre foi muito prudente, atendia a todos, ricos ou pobres, com igual empenho. Era um advogado bem sucedido, mas em uma ocasião, por influência políticas desonestas, acabou perdendo uma importante causa. Após este acontecimento, decidiu abandonar tudo e seguir a vida religiosa. Ele concluiu os estudos de teologia, sendo ordenado sacerdote aos trinta anos, em 1726. Seu pai demorou a aceitar sua decisão, mas vendo as ações do filho, acabou reconhecendo a graça de Deus presente nele. Afonso colocou seus talentos a serviço do povo de Deus. Em suas pregações usava as qualidades da oratória e colocava sua ciência a serviço do Redentor.  

As suas palavras eram um bálsamo aos que procuravam a reconciliação e orientação, através do confessionário, ministério ao qual se dedicou durante todo o seu apostolado. Aos que lhe perguntavam qual era seu lema, dizia: "Deus me enviou para evangelizar os pobres". Em 1732, fundou a Congregação do Santíssimo Redentor, destinada exclusivamente à pregação aos pobres, às regiões de população abandonada, sob a forma de missões e retiros. Em 1762 aceitou ser o Bispo da diocese de Santa Águeda dos Godos. Entretanto, a saúde enfrequecida o fez retirar-se de volta para o convento, onde continuou a escrever. Durante a vida chegou a escrever mais de 120 livros e tratados. Dentre os mais célebres estão: Teologia Moral; Glórias de Maria, Visitas ao SS. Sacramento e o Tratado sobre a oração. Afonso Maria de Ligório morreu aos noventa e um anos no dia 1º de agosto de 1787. Santo Afonso é doutor da Igreja e padroeiro dos confessores e moralistas.  

ORAÇÃO
Ó Deus, que marcastes pela vossa doutrina a vida de Santo Afonso Maria de Ligório, concedei-nos, por sua intercessão, que sejamos fiéis à mesma doutrina, e a proclamemos em nossas ações. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém

sexta-feira, 31 de julho de 2020

Sexta - Feira 31 de Julho

17ª Semana do Tempo Comum

Memória, Santo Inácio de Loyola

1ª Leitura: Jr 16,1-9
Salmo: Sl 69(68) - Vede, humildes, e alegrai-vos!

EVANGELHO 
"Um profeta só não é valorizado em sua própria cidade e na sua própria casa".

Mateus 13,54-58
54e, dirigindo-se para a suas pátria, pôs-se a ensinar as pessoas que estavam na sinagoga, de tal sorte que elas se maravilhavam e diziam: “De onde lhe vêm essa sabedoria e esses milagres? 55Não é ele o filho do carpinteiro? Não se chama a mãe dele Maria e os seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? 56E as suas irmãs não vivem todas entre nós? Donde então lhe vêm todas essas coisas?” 57E se escandalizavam dele. Mas Jesus lhes disse: “Não há profeta sem hora, exceto em sua pátria e em sua casa”. 58e não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles.
******************************************************


SANTO INÁCIO DE LOYOLA. 


quinta-feira, 30 de julho de 2020

Quinta-Feira 30 de Julho

17ª Semana do Tempo Comum

1ª Leitura: Jr 18,1-6
Salmo: 146(145) - Louvarei o Senhor!

EVANGELHO
"O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que pegou peixes de todo tipo"

Mateus 13,47-53
47O reino dos Céus é ainda semelhante a uma rede lançada ao mar, que apanha de tudo. 48Quando está cheio, puxam-se para a praia e, sentados, juntam o que é bom em vasilhas, mas o que não presta, deitam fora. 49Assim será no fim do mundo: virão os anjos e separarão os maus dentre os justos 50e os lançarão na fornalha ardente. Ali haverá choro e ranger de dentes. 51Entedestes todas essas coisas?” Responderam-lhe: “Sim”. 52Então lhes disse: “Por isso, todo escriba que se tornou discípulo do Reino dos Céus é semelhantes a um pai de família que do seu tesouro tira coisas novas e velhas”.
53Quando Jesus acabou de proferir essas parábolas, partiu dali